foto andreczip

@andreczip

21/09/2012

Blogando como Hacker - Jekyll e GitHub Pages

 

Sempre tive muita dificuldade para centralizar meu site em um só lugar então, resolvi acabar de vez com isso e estudar uma forma simples e ao mesmo tempo rápida para publicação dos meus artigos.

Para quem me conhece sabe que adoro aprender novas técnicas e práticas de programação web e, sem dúvida, isso foi o que mais me motivou para a construção do meu novo blog: A oportunidade de incluir em um projeto pessoal varias práticas e tecnologias.

Algumas dessa práticas são:

  • Responsive, mobile friendly;
  • Baseado no Jekyll;
  • Estático, rápido e otimizado;
  • Versionamento GIT e hospedado no GitHub Pages;

O que é Jekyll?

Jekyll é um gerador de blog estático, em que você cria seus posts em Markdown e eles são convertidos para HTML. É estático, ele não usa banco de dados ou conteúdo dinâmico gerado em runtime.

Eu pirei de amor com a possibilidade de ter meu site inteiro em arquivos estáticos, podendo criar meus posts utilizando apenas o VIM.

Sim, eu sei que é um sentimento nerd e que é difícil de explicar. Como um bom usuário Linux que sou, com poucos comando eu posso criar, buscar e fazer o deploy dos meus artigos utilizando apenas meu bom e velho console. Cheguei a quase chorar de emoção.

Outros motivos:

  • Segurança - Eu nunca vou ter que me preocupar com as vulnerabilidades em WordPress ou PHP novamente.
  • Desempenho - Arquivos estáticos são rápidos.
  • Portabilidade - Se eu precisar migrar para outro host, eu posso instalar Jekyll no novo host ou simplesmente apertar a saída de uma instalação local Jekyll.
  • Custo - Hospedagem free no GitHub Pages, agora estou livre para cancelar meu serviço de hospedagem pago.
  • Domínio Próprio - Por padrão o site fica disponível em you_user.github.com, mas de forma simples existe a possibilidade de incluir um domínio próprio.

Tom Preston-Werner (Mojombo), co-fundador do GitHub e autor Jekyll, fala ainda mais benefícios em seu artigo "Blogging Like a Hacker"

Se todas essas razões soar bem para você, pergunte-se ...

Devo migrar?

Limitação e considerações:

Antes de termos uma opinião formada, vamos ter um momento para examinar algumas ressalvas a respeito do Jekyll e GitHub Pages:

  • Você não pode ter conteúdo dinâmico - Github roda o Jekyll, e logo só gera conteúdos estáticos. Isso significa que você não pode usar qualquer linguagem server-side ou estruturas para gerar ou lidar com conteúdo dinâmico.
  • Restrições com Plugins do Jekyll - Github roda Jekyll em modo de segurança que desativa o uso de plugins personalizados.

Sites que utilizam Jekyll

github.com/mojombo/jekyll/wiki/Sites

O primeiro site dessa lista é do Tom Preston-Werner.

Caso você queira saber mais a respeito do jekyll, de como instala-lo e utiliza-lo, segue abaixo algumas referências:

Que a força esteja com vocês!